Orientação Alimentar

“A única forma de consertar a saúde é comer o que você não quer e beber o que você não gosta” – Mark Twain

Dor/Doença Crônica e Orientação Alimentar

Os alimentos desempenham um papel importante na origem e manutenção da maioria das doenças e das dores crônicas. Antes da industrialização, as pessoas se alimentavam de uma forma bem melhor do que atualmente, consumindo produtos integrais.

Atualmente, “beneficiamos”, refinamos, desintegramos e contaminamos os alimentos com agrotóxicos, aromatizantes e conservantes, para se produzir mais e conservá-los, acentuando-se a cor, a aparência, o sabor e a textura dos mesmos de forma artificial.

A intoxicação e a sobrecarga alimentar causam sintomas: mentais emocionais e físicos.

Sintomas Mentais: indecisão falta de concentração, memória ruim, mente confusa, pensamento lento, hiperatividade ou inquietude, etc.

Sintomas Emocionais: Mau Humor, Medo, Falta de interesse, diminuição da libido, depressão. etc.

Sintomas Físicos: Boca seca, pele seca, caspas, unhas fracas e /ou quebradiças, secura nos olhos, asperezas/ou rachaduras nos calcanhares, levantar a noite para urinar, facilidade para ter gripes, resfriados, infecção urinaria, manchas na pele, cabelos secos sem brilho ou viço, demora cura de feridas, dores pelo corpo, fadiga ou cansaço fácil, rigidez e fraqueza nas articulações e músculos.

Quando tiramos alguns alimentos da dieta, estamos tornando possível o desaparecimento dos sintomas que incomodam a grande maioria das pessoas, e que não são tratados, mas sim aliviados, com as mais diversas medicações atualmente prescritas.

Identificar e remover os alimentos nocivos pode representar papel importante no processo de recuperação. A afinidade pelos alimentos é individual, embora se saiba que as pessoas se sintam melhor quando evitam consumir:

  • Trigo (farináceos em geral)
  • Leite e derivados (laticínios como um todo)
  • Chocolate
  • Certas carnes
  • Milho
  • Frutas com excesso de acidez
  • Açúcar refinado

Trigo

O Trigo é tóxico, contem glúten, que significa “COLA” em grego. O glúten cola-se na mucosa do intestino grosso das pessoas causando inflamação e irritação.

A gliadina, uma proteína do trigo, interfere no nosso emocional, causando: hiperatividade e déficit de atenção. A gliadina também aumenta a coagulação do sangue. O glúten aumenta a pressão arterial e provoca edema (inchaço) das articulações e por todo o corpo.

Laticínios

O ser humano é o único mamífero adulto que toma leite e o oferecem as suas crias. Tomamos leite porque somos induzidos a isso. É muito prático, mas é hiper-proteico para a espécie humana, o que pode levar á obesidade.

O leite possui eletrólitos e sais minerais que podem causar hipertensão. Os produtos lácteos criam um meio propício para o crescimento de fungos e bactérias no organismo e podem causar alergias, pois não são específicos, como o é o leite materno.

Evite qualquer alimento feito com leite! Eles aumentam a mucosidade, piorando as rinites, sinusites, dores de cabeça e doenças respiratórias. Os laticínios pioram os casos de dor crônica. A intolerância a lactose (proteína do leite) é muito mais freqüente do que se imagina. Leite e queijo de soja são alternativas excelentes.

Chocolate

O chocolate contém leite e glúten. O cacau tem substâncias que interferem no emocional, causam insônia. Além disso, o chocolate produzido em nosso país contém parafina em grande quantidade, o que o torna muito duro, para que não se derreta.

Carnes

O homem, por natureza, não é carnívoro, mas sim frugívoro, isto é, comedor de frutas e vegetais. Basta examinar a boca, os dentes, as mãos, o estômago e os intestinos do ser humano e comparar com carnívoros para verificarmos a diferença.

Dependendo do tipo de sangue da pessoa, ocorre maior ou menor produção de ácidos no estomago, o que facilita ou dificulta a digestão das carnes.

Sangue tipo O: se dá bem com carne de boi, búfalo, carneiro, cordeiro e vitela. Deve evitar o frango e a carne de porco.

Sangue tipo A: é essencialmente vegetariano. Se dá bem com verduras, legumes e frutas. Deve eliminar a carne vermelha da sua dieta. O frango é considerado neutro. O peixe seria ideal, se quiser comer um pouco de carne.

Sangue tipo B: O frango é nocivo para o tipo B. Contém uma latina aglutinada na sua carne (aumenta a coagulação do sangue). carneiro, coelho e cordeiro são benéficos.

Sangue tipo AB: o frango também é nocivo para o tipo AB. Benéficos: carneiro, coelho, cordeiro e peru. *Os peixes, principalmente os mais ricos em gordura (atum, cavalinha, salmão, sardinha), fazem bem para a maioria das pessoas.

Milho

O milho não é bom para a espécie humana. As latinhas do milho afetam a produção de insulina, provocando diabetes e obesidade.

Frutas com excesso de acidez

Frutas cítricas, embora ácidas, alcalinizam o organismo, favorecendo o crescimento de bactérias. As frutas com excesso de acidez: abacaxi, acerola, caju, carambola, kiwi, laranja, maracujá, morango, tomate, uva, etc) elevam o ácido úrico, o principal responsável pela gota e por pontos dolorosos localizados nas pessoas com dores crônicas.

Açúcar

“Se você fica sonolento depois de comer, se acorda empastelado, com a sensação de estar derretendo, se tem secreção amarela ou cristalizada nos olhos de manhã, se nessa hora as juntas dos dedos parecem gordas, inchadas, se mãos e pés, braços e pernas adormecem com facilidade e ficam formigando, se come um doce e logo tem vontade de urinar, ou se urina muito, se sua urina tem um cheiro forte ou doce ou fica cheia de formiguinhas, se bebe muita água principalmente à noite, se tem necessidade de muita fruta e muito suco, se você é homem e sua potência sexual está diminuindo, se você é mulher e sente necessidade de sexo demais, se você é mulher e não consegue se livrar do corrimento vaginal, se você é criança e não está crescendo, brincando e aprendendo como devia. Se suas feridas custam a cicatrizar, se você é prato predileto dos mosquitos e pernilongos a as picadas coçam muito e inflamam, se as crises de ansiedade, depressão, e pessimismo estão cada vez mais freqüentes em sua vida, se você anda estranhamente intimo da preguiça, se não consegue ver um filme sem comer balas. Se acha impossível tirar o açúcar de seu café, se, por qualquer outra razão, você desconfia de que o açúcar lhe faz mal, faz mesmo! Então cuide-se antes que o mal cresça.” – Sonia Hirsch: Sem açúcar com afeto – Julho 1984 ).

Não use adoçantes artificiais tipo: aspartame / ciclamato / sucralose. Prefira: stévia, açúcar mascavo.

Sugestões

Café da Manhã (até as 8:00 hs): 1 copo de água morna + caldo de meio limão. 1 xícara de chá: alfafa- alcaçuz – amora- bardana- camomila- erva cidreira- framboesa- gengibre- hortelã – maça- . 1 fruta : abacate- ameixa- banana nanica- banana prata- figo- goiaba- lima da pérsia- maça- mamão formosa- mamão papaya- manga- melancia- melão – pêssego.

Lanche (+ ou – 10:00 h): Amêndoa/ avelã /castanha do Pará / nozes + ameixa/ figo seco / damasco

Almoço (até ás 13:00 h): Verdura crua ou cozida à vontade: acelga, agrião, alface, almeirão, brócolis, chicória, couve, escarola, espinafre, endívia, folhas de beterraba, folhas de brócolis, folhas de mostarda, repolho, rúcula; Legume crú ou cozido: abóbora, abobrinha, aspargos, batata doce, berinjela, brotos de feijão, brotos de bambu, cambotiá, cará, cenoura, chuchu, cogumelo paris, cogumelo porto belo, cogumelo shitake, couve flor, jiló, inhame, mandioca, mandioquinha, moranga, rabo, palmito, pepino, quiabo, rabanete, tomate (o ideal é o italiano, é menos ácido), arroz integral, aveia, centeio, cevada, quínoa; Leguminosas: Ervilha, ervilha torta, feijão azuki, feijão branco, feijão carioquinha, feijão jalo, feijão mulatinho, feijão preto, feijão rosinha, feijão roxão, grão de bico, lentilha, soja. * Ao cozinhar os feijões, deixe-os de molho na água por 24h, despreze, cozinhe em água nova; Carnes: As de acordo com o tipo de sangue da pessoa. *Evite qualquer tipo de embutidos: lingüiças, mortadelas, presuntos, salames, salsichas, etc. **Ovos: prefira os de galinha caipira. Limite a três por semana ideal comer duas claras e uma gema. Sobremesa: Uma fruta das relacionadas acima.

Lanche (1/2 da tarde): Uma fruta ou avelã, castanha do Pará, nozes + ameixa, figo seco, damasco.

Jantar (até às 19:00 h): as mesmas sugestões do almoço *2 horas após o jantar, uma xícara de chá.

Para maiores informações vá para página de links.